Aeródromo de Maricá: Aeronaves doadas começam a ser desmontadas

Aeródromo de Maricá: Aeronaves doadas começam a ser desmontadas

10489
0
Compartilhe
Aeroporto de Maricá - Aeronaves doadas começam a ser desmontadas

RIO DE JANEIRO – Seis aeronaves – cinco aviões monomotores e um helicóptero – começaram a ser desmontados nesta segunda-feira (06/03), no Aeródromo Municipal de Maricá, por técnicos do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), sob a supervisão de um funcionário da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A operação faz parte do processo de transferência e recuperação das aeronaves, doadas para o IFSP de São Carlos (SP), onde funcionam um aeródromo e uma escola de formação de
pilotos.

Todo o processo foi acompanhado passo a passo pela
superintendência de Operações Aeroportuárias da Companhia de
Desenvolvimento de Maricá (Codemar), a quem o aeródromo municipal é vinculado.

Segundo a superintendente, Daniele Silvério, a legislação da Anac
determina o apoio e suporte técnico na formação de escolas de
pilotagem, incluindo a doação e manutenção de aeronaves de instrução.

“Faz parte do processo de operação e contratos administrativos da Anac a escolha e a doação de suas aeronaves para instituições em todo o território nacional que mantenham o perfil do ensino e formação de pilotos”, disse.

Ainda segundo Daniele, o aeródromo de Maricá passa por um período de reordenamento físico. “Estamos em fase de planejamento para uma nova etapa do aeródromo, que provavelmente será implantada no segundo semestre.

Tomamos a iniciativa de entrar em contato com a Anac para
que ela definisse um novo destino para suas aeronaves, em outros
aeroportos e escolas de formação”, completou.

De acordo com Daniele, que também tem brevê de piloto de aeronaves, Maricá foi pioneira na guarda e preservação dos aviões da Anac, e na solicitação de transferência. Os modelos estão sendo desmontados e transferidos de caminhão para a cidade do interior de São Paulo.

VEJA TAMBÉM: REPORTAGEM: Reabertura do Aeroporto de Maricá

O Portal do Piloto foi ao Aeroporto de Maricá, no Rio de Janeiro, conversar com o Sr. José Orlando, Presidente da CODEMAR – Companhia de Desenvolvimento de Maricá, atual administradora do Aeroporto. LEIA MAIS

A relação inclui um helicóptero Schweizer 300, de instrução de voo e resgate, 3 monomotores Aero Boero, de fabricação argentina, prefixos PP-FGO, PP-FLI e PP-FGX e um monomotor Piper ‘Corisco’.

“Todos estão em condição de recuperação e funcionamento. Até o fim da semana terminaremos o trabalho. A Prefeitura foi zelosa com os bens da ANAC, que são um patrimônio federal e público”, acrescentou o técnico da Anac Hugo Velter, responsável pelo recebimento das aeronaves.

Fonte: CODEMAR – Bruna (Superintendente de Comunicação e Marketing)

Deixe uma resposta